41 3362-9438 41 3362-9595 41 99125-9595

A Céu Vermelho e a Cia. do Abração vão dar um grande abraço de ARTE no Paraná nos meses de agosto e setembro!



A Céu Vermelho, em parceria com a Cia. do Abração, reconhecida companhia teatral de Curitiba, através do Edital PRÊMIO ARTE PARANÁ – QUARTA EDIÇÃO, promovido pela Secretaria Estadual de Cultura do Paraná, apresentará o espetáculo PELAS MÃOS DE MARIA OU AS VOZES DE SIMONE, direcionado ao público de jovens e adultos, nas cidades de: Arapoti e Wenceslau Braz (agosto) e Pontal do Paraná e Quatro Barras (setembro).

O espetáculo narra uma passagem fictícia, em plena ditadura militar, nos anos 70, numa pequena cidade do interior brasileiro, onde algumas mulheres recebem uma estranha encomenda do quartel militar: costurar e bordar uma bandeira brasileira para ser exibida na parada do dia seguinte. São mulheres simples: Maria da Fé, Maria da Vida e Maria da Terra.  A encomenda tem caráter de urgência e elas têm apenas uma madrugada para executar o serviço. A bandeira deverá ser entregue logo pela manhã do dia seguinte. 

Passo a passo, aquelas mulheres, ao desfilarem suas contradições e conflitos, cozem também suas personalidades e a bandeira vai deixando de ser apenas um pedaço de pano, para significar algo além da Pátria desconhecida em seu íntimo: os sonhos, as frustrações, a ignorância, o amor, os preconceitos e as expectativas que envolvem a vida daquelas mulheres. Sentimentos escondidos e disfarçados vêm à tona e daquela madrugada de trabalho outras mulheres vão nascer. Será uma madrugada de transformações. Ponto a ponto vão buscando novos significados para suas vidas. “Quem somos, de verdade?”, “O que esperamos da vida?”, “Quem são nossos homens?”, “Quem são nossos filhos?”, “Quem foram nossos pais e avós?”, “Como será a nossa vida no futuro?”, “Como vivemos até aqui?”, “Por que vivemos?”, “O que desejamos, de verdade, para nossas vidas?”, ”Como bate o nosso coração?” “Como pulsa o nosso desejo? ”, “Que sangue corre em nossas veias? ”, “Como é o nosso país? ”, “O que é um país? ” Não serão poucas as perguntas, nem serão simples as respostas, mas a bandeira tem que estar pronta no início da manhã e, de repente, tudo o que era acomodação se transforma em urgência.

Urgência de terminar o trabalho encomendado, urgência em descobrir-se, urgência em transformar-se, urgência em trazer à tona o escondido e misterioso. Será, sem dúvida, uma madrugada mítica, psicológica, histórica. E como acontece em aventuras mitológicas, algumas sobreviverão e outras ficarão no caminho. Mas existe o caminho e este é a longa e curta madrugada onde uma bandeira do Brasil deverá ser cosida para servir de cortina que esconde a verdade e a realidade de um país sob o medo e a ignorância. Mulheres transformadoras e transformadas!

O espetáculo tem um forte currículo, com reconhecimento de público e crítica em vários festivais especializados neste segmento. Seu tema é uma homenagem às mulheres e ao processo histórico de democratização e empoderamento feminino. Tema extremamente atual e que prescinde de muita discussão, reflexão e sensibilização.