41 3362-9438 41 3362-9595 41 99125-9595

É no quintal da infância de três crianças que muitas histórias brincantes acontecem, através das poesias construídas por Cecília, a menina combinadora de palavras, o menino Tom com seus ouvidos abertos para os sons e a Tarsila construtora de formas e cores vibrantes. O quintal que se mistura compõe um grande Brasil de muitos tons, palavras e tantas tintas. Nele, os três personagens descobrem o que é ser amigo, o valor da amizade e como é difícil crescer sem perder esse quintal



 A Céu Vermelho, em parceria com a Cia. do Abração apresentam o seu mais novo espetáculo destinado a crianças de todas as idades HISTÓRIAS BRINCANTES DE MUITOS AMIGOS.  A amizade é um amor que jamais adormece... Era uma vez três grandes amigos: “Tarsila, Cecília e Tom”. Tarsila quer ser pintora, pinta o mundo, colore a vida. Cecília brinca com as palavras, quer ser poeta. Tom faz música, desde pequeno, seus dedos inventam o mundo.

O que os três têm em comum? A amizade, a alegria de conviver juntos, num mesmo quintal, numa rua chamada infância, num pedacinho de mundo, onde tudo é verde, amarelo, branco e anil, um lugar chamado Brasil. “Histórias brincantes de muitos amigos” narra com poesia, harmonia e muita delicadeza, a história ficcionada na infância de três nomes da arte brasileira: Cecília Meirelles, Tarsila do Amaral e Tom Jobim. Por ser uma ficção, uma livre inspiração, o texto não apresenta dados históricos e muito menos biográficos. Passeia pelo que os artistas da Cia. Do Abração chamam de “brincante”: junção de linguagens, poesia, artes visuais e música. Ferramentas para construir o teatro para crianças de todas as idades: um teatro completo, mágico, lúdico. Um teatro comprometido com o universo das crianças.

Brincar faz parte deste universo, brincadeira é dever das crianças. O dever do teatro também é este, trazer a cena o prazer de ser criança, o encantamento. A história se passa neste “Brasil”, que no espetáculo faz referência ao quintal, a um jardim da infância, de terra verde, vento, tempo, temporal...  Flores, bichos, planta e criança... este universo, encanta! O espetáculo quer deixar nas crianças a poesia. Quer trazer a importância do brincar, do inventar, do criar e transformar. Cecília, Tom e Tarsila, foram crianças um dia, tiveram medo da Cuca, desenharam com giz, tomaram banho de chuva e refresco de uva, machucaram joelhos, se olharam no espelho e foram muito felizes. Quão enorme a função da arte para crianças, recriando um novo olhar, e através deste espetáculo, quer resgatar essência, provocar os sentidos, desenhar caminhos e criar o gosto pela arte.

É no quintal da infância de três crianças que muitas histórias brincantes acontecem, através das poesias construídas por Cecília, a menina combinadora de palavras, o menino Tom com seus ouvidos abertos para os sons e a Tarsila construidora de formas e cores vibrantes. O quintal que se mistura compõe um grande Brasil de muitos tons e tantas tintas, os três amigos descobrem o que é ser amigo, o valor da amizade e como é difícil crescer sem perder esse quintal.  Assim, Histórias Brincantes é uma história de saudade...

Num mundo onde as pessoas valorizam cada vez menos o afeto, a verdade e a amizade, estas três almas chamadas Tarsila, Tom e Cecilia brincam num quintal que queremos resgatar. Pintam, bordam, cantam e recordam numa infância que se depender de nós, permanece a vida inteira e vai além, deixando pra quem passar por este mundo depois de nós um quintal florido, cheio de música, poesia, tinta e amor! Esperamos que todos descubram em que cantinho do coração está este quintal e que voltem a viver nele, valorizando a criança, os amigos e a arte. 

ASSISTA AO VÍDEO