(41) 3362-9438 (41) 3362-9595 (41) 99125-9595

A Cia. do Abração propõe a releitura do clássico “O Mágico de Oz”, para ressaltar temas como a construção da identidade e o caminho a se trilhar em busca da sabedoria e de reconhecimento das ações para a valorização de virtudes humanas.

-

En nuestra historia, la protagonista, Doroti, una niña egoísta y dominadora, se pelea con sus amigos y se siente incomprendida por sus abuelos. 



Na nossa história, a protagonista, Doroti, uma menina egoísta e dominadora, briga com seus amigos e se sente incompreendida por seus avós. Em um ataque de fúria, a menina egoísta que acredita que a vida que leva é sem graça e sem cores, se vê abduzida por um furacão que a transporta para um lugar mágico e colorido. Na jornada psicodélica de Doroti, ela encontra um espantalho sem cérebro, um homem de lata sem coração e um tigre covarde. Todos se unem para encontrar o único que poderá dar-lhes o que cada um necessita: o poderoso Mágico de OSS, o único capaz de dar um cérebro, um coração, coragem e o caminho de volta para casa. Porém, em nossa história, toda esta viagem, todos estes encontros, tudo foi apenas projeção do subconsciente de Doroti que, com a viagem, transcendeu suas fraquezas e conquistou virtudes.

O ambiente cênico propõe alusões à cultura oriental, conferindo uma atmosfera mística ao mesmo tempo em que um grande quebra cabeças tridimensional, calcado em cores primárias, de uma forma brincante, vai construindo os espaços do subconsciente da personagem central Doroti.


ESTÉTICA

O ambiente cênico propõe alusões à cultura oriental, conferindo uma atmosfera mística ao mesmo tempo em que um grande quebra cabeças tridimensional, formado por 12 cubos, calcados em cores primárias, de uma forma brincante, vai construindo os espaços do subconsciente da personagem central Doroti. Nesta escolha, para compormos os elementos cenográficos, buscamos nas obras de Mondrian a nossa inspiração.

O Neoplasticismo, idealizado por Mondrian, baseava-se, também no movimento teosófico e defendia uma total limpeza espacial para a pintura, reduzindo-a a seus elementos mais puros e buscando suas características mais próprias, na tentativa de alcançar a "beleza universal". O quadrado, então, seria para os Neoplasticistas o que a cruz era para os antigos cristãos.

Desta forma, a combinação de linhas e ângulos retos junto a cores primárias e puras, provocaria um equilíbrio dinâmico em busca da "beleza universal".

A concepção do figurino vai buscar sua inspiração no vestuário oriental, estilizando-o e mesclando-o em grafismos de Mondrian.

A trilha sonora é composta por músicas originais, inspiradas em sonoridades orientais, mesclando-as a ritmos e melodias brasileiras.

O processo de criação das várias dramaturgias se deu através da criação coletiva do grupo, fazendo do período de ensaio um verdadeiro laboratório de experimentação de objetos e intenções. Este processo traz como resultado final uma releitura de um clássico em um texto inovador e original, onde coreografia, música e cenários se mesclam e se fundem em uma única obra coesa em seus princípios investigativos.

Este espetáculo de linguagem estética simples, criativa e poética, pode ser apresentado em qualquer espaço físico disponível. É a nossa forma de irmos contando estórias para que elas nunca se acabem, cumprindo com o nosso papel, enquanto cidadãos, para a democratização da arte e da cultura, promovendo a sua acessibilidade.

-

EL MAGO DE OZ

Este espectáculo tuvo su estreno en 2016, se presentó en Juiz de Fora (MG) en el mes de abril, ya en el mes de agosto se presenta en el SESC Cascavel y en el festival de Pato Branco en el SESI Pato Branco. En 2017, realiza 3 presentaciones del 8º Pequeño Gran Encuentro de Teatro para Niños de todas las edades y realiza una presentación en el proyecto ABRAZO EN ACCIÓN.

En nuestra historia, la protagonista, Doroti, una niña egoísta y dominadora, se pelea con sus amigos y se siente incomprendida por sus abuelos. En un ataque de furia, la niña egoísta que cree que la vida que lleva es triste y sin colores, se ve abducida por un huracán que la transporta a un lugar mágico y colorido.

En la jornada psicodélica de Doroti, ella encuentra un espantapájaros sin cerebro, un hombre de lata sin corazón y un tigre cobarde.Todos se unen para encontrar el único que podrá darles lo que cada uno necesita: el poderoso Mago de OZ, el único capaz de dar un cerebro, un corazón, coraje y el camino de regreso a casa.
Pero en nuestra historia, todo este viaje, todos estos encuentros, todo fue sólo una proyección del subconsciente de Doroti que, con el viaje, trasciende sus debilidades y conquistó virtudes.

-

Histórico do Espetáculo:

 

2014
  • Novembro – apresentações no Teatro Bom Jesus em Curitiba/PR
     
2015
  • Abril – Apresentação no Colégio Novo Ateneu.
  • Outubro – Participa da Semana da Criança da empresa Furukawa e 4 apresentações no 8º Festival Nacional de Teatro de Feira de Santana – FENATIFS.
  • Novembro – SESC Jacarezinho/PR
     

2016

  • Abril – Apresenta-se em Juiz de Fora/MG pelo Circuito Acelor Mittal.
  • Agosto – Apresenta-se no SESC Cascavel e no Festival Municipal de Pato Branco, no SESI Pato Branco.
     
2017
  • Março - 2 apresentações do 8º Pequeno Grande Encontro de Teatro Para Crianças de Todas as Idades.
  • Julho – Apresenta-se na sede da Cia do Abração pelo Projeto Abração em Ação.
     
2018
  • Agosto – Participa do Edital Domingo tem Teatro realizando duas apresentações no interior do Paraná.
  • Outubro – Realiza 02 apresentações no 9º Pequeno Grande Encontro de Teatro Para Crianças de Todas as Idades, em Curitiba/PR.
     
2019
  • Março – 02 apresentações no Festival Clássicos do Abração, no Teatro EBANX Regina Vogue.
  • Agosto – Se apresenta no SESC ENCENA em Jacarezinho/SP
  • Outubro – Também pelo SESC ENCENA em Campo Mourão e Ponta Grossa/PR
  • Novembro – Novamente pelo SESC ENCENA em São José dos Pinhais/PR
     

2020

  • Março - Apresentações para escolas públicas de Curitiba. Projeto Difusão Cultural – Fundação Cultural de Curitiba 

ASSISTA AO VÍDEO